Dia 07 de Junho

Quarta às 19:00 – 22:00

Centro Cultural dos Correios    Rua Visconde do Itaboraí, 20 – Centro, 20010-060 Rio de Janeiro

 

O FotoRio e o Centro Cultural Correios convidam para a abertura de seis exposições do festival:

DIMINUTA NATUREZA E TRÊS PICOS | AFNATURA
Curadoria: Gustavo Pedro

Organizada pela AFNatura, Associação dos Fotógrafos de Natureza, a mostra é um convite para se refletir, através da fotografia de paisagem, sobre os biomas brasileiros. Reúne obras de Ary Amarante, Eduardo Zuppani, Fábio Colombini, Haroldo Palo Jr, João Marcos Rosa, José Caldas, José Medeiros, Lena Trindade, Leonide Príncipe, Luciano Candisani, Luis Claudio Marigo, Marcos Amend, Monique Cabral, Príamo Mello, Renato Soares, Ricardo Siqueira, Valdemir Cunha, Virgínio Sanches, Zé Paiva, Zig Koch.

AUSÊNCIA | NANA MORAES

Ausência, é uma investigação sobre maternidade nas prisões, levada a efeito através de um projeto criado especialmente para esse trabalho, intitulado Projeto Travessia, realizado no presídio feminino Nelson Hungria, no Complexo de Gericinó. Este é um projeto artístico/humanista cujo objetivo foi criar uma via de comunicação e expressão entre as mães encarceradas no sistema prisional e seus filhos por meio da Correspondência Fotográfica. A exposição é composta por painéis elaborados pela autora, retratos das mães presidiárias e de extratos da correspondência.

ARPOADOR – ENTARDECER AOS DOMINGOS | PETER LUCAS

Segundo seu autor, o norte-americano Peter Lucas, aos domingos, a transição do entardecer para o anoitecer é diferente dos outros dias no Arpoador. A passagem do tempo parece suspensa. Este sentimento de domingo parece trazer um sentimento de melancolia e a mortalidade presente em todas fotografias.

PONTOS EM FUGA | THOMAS VALENTIN
Curadoria: Andreas Valentin

A exposição é constituída por três séries – Túnel, Lagoa e Arena – que acompanham e, ao mesmo tempo, subvertem a lógica racional da perspectiva de tal como foi anunciada pelo seu primeiro formulador, Leon Battista Alberti, em 1435. Nas imagens, pontos e linhas permanentemente em fuga provocam estranhamentos e contestam a “indissolúvel harmonia” das partes e do todo renascentista.

CHINA DE UM CHINÊS | WANG WEIGUANG

A exposição reúne 40 fotografias em PB do fotógrafo chinês sobre a vida cotidiana da China atual, apresentando em amplo panorama das suas diversas províncias.

CORPO | ZHU HONGYU

Exercício de percepção plástica do corpo feminino em linhas e massas de luz em uma instalação composta de dez imagens – sendo duas em tamanho natural.

SERVIÇO

Visitação de 8 de Junho a 6 de Agosto.
Terça a domingo, das 12 às 19h.

Pin It on Pinterest

Share This