O curso apresenta uma introdução à arte contemporânea brasileira – entendida como aquela produzida a partir de 1960. Inicialmente, serão discutidas as diferenças teóricas entre arte moderna e contemporânea, para, a partir da análise de obras de diversos artistas, abordar: a incorporação de processos cotidianos na produção artística, tendências a uma aproximação da arte com a natureza, o uso da biografia como estratégia poética, questionamentos das categorias tradicionais da pintura e escultura e aproximações entre as artes plásticas e outras linguagens como a música, o cinema e o teatro, no Brasil.

Sobre o professor

Rafael Vogt Maia Rosa é crítico de arte, pesquisador e dramaturgo. Graduado em linguística, é mestre e doutor em literatura comparada pela USP. Foi, por duas vezes, pesquisador convidado na Yale University, em 2010/11 e 2013/15. Suas curadorias, ensaios e palestras procuram investigar relações entre arte e vida no contexto brasileiro das décadas de 1960 e 1970 e suas ressonâncias na atualidade. Publicou entrevistas dispersas com escritores e artistas como Paulo de Carvalho Neto, Alan Pauls, José Resende, Nelson Leirner e Tunga, entre outros. Iniciou, em 2001, um ciclo de palestras sobre arte contemporânea brasileira que vem ministrando em museus, instituições e galerias de arte. Atualmente, é pós-doutorando no Departamento de Artes Plásticas da ECA-USP, onde realiza pesquisa sobre a biografia e a obra de Wesley Duke Lee.

Para eventuais dúvidas, escreva para: labmis@mis-sp.org.br

Data 23out a 01dez2017
segundas, quartas e sextas,
das 19h às 21h30

16 encontros

64 vagas

auditório LABMIS

R$250,00

Pin It on Pinterest

Share This