Vidas Deslocadas – Exposição Museu do amanhã

Vidas Deslocadas – Exposição Museu do amanhã

Milhões de vozes ecoam pelo mundo por um lugar seguro fugindo da violência ou da fome. Mas outros milhões também são forçados a deixar seus locais de origem por razões climáticas. Embora os refugiados ambientais ainda não sejam reconhecidos pelos governos, existe um alto consenso entre os cientistas de que a mudança climática, em combinação com outros fatores, aumentará o deslocamento de pessoas em um futuro não muito distante.

Diante desse problema de importância mundial, o Museu do Amanhã, em parceria com o ACNUR e Agence France-Presse (AFP), inaugura Vidas Deslocadas, nova mostra que será aberta ao público no dia 21 de junho. Por meio de cenografia, textos e fotos, Vidas Deslocadas apresentará algumas das causas do refúgio ambiental e o drama de quem já viveu essas situações em  diversas partes do mundo.

O Museu, concebido com o propósito de conscientizar o público sobre a urgência de agirmos hoje para desenharmos o Amanhã que queremos, traz esse tema à tona, já que debater soluções para a questão do clima está em seu cerne.

Um dos destaques de Vidas Deslocadas será uma obra de arte feita com coletes salva-vidas utilizados por refugiados que chegaram à Europa pela Ilha de Lesbos, na Grécia. Chamada S.O.S (Save Our Souls – Salvem nossas Almas, na tradução do inglês), a instalação foi criada por Achilleas Souras, um jovem artista de 16 anos, e já foi exposta na Itália e na Espanha.

Início: Quarta, 21 de junho de 2017
Término: Domingo, 10 de setembro de 2017
Local:  Museu do Amanhã – Rio de Janeiro
Horário:  ter – dom 10h-18h

 

 

Impressão PandoraPix

 

Festival Encontros da Imagem – Braga Portugal   2017 –  Celebração 30 anos.  Open Call até 31 de Julho

Festival Encontros da Imagem – Braga Portugal 2017 – Celebração 30 anos.  Open Call até 31 de Julho

30º Aniversário

Tendo tido a sua primeira edição em 1987, o Festival Encontros da Imagem celebra este ano, trinta anos da sua fundação. A edição de 2017 decorrerá entre os dias 15 de setembro e 29 de outubro

e será uma edição de celebração. Encontros da Imagem – 30 anos.

 

O Festival

Num tempo em que a imagem adquire uma força inesperada, demonstrada pelo poder que tem de cativar e até iludir, os territórios da fotografia têm ganho cada vez mais importância e vivacidade.

Todos os anos, durante o meses de setembro e outubro, os Encontros da Imagem ocupam diversos edifícios históricos, museus e galerias.

 

Open Call

Os Encontros da Imagem reafirmam a vontade de continuar a lançar novos autores emergentes – nacionais e internacionais – e promovem numa oportunidade única para artistas de todo o mundo,

a possibilidade de através de uma chamada pública vir a ser selecionado por um júri internacional e ver o seu trabalho exibido na edição dos Encontros da Imagem de 2017.

 

Open Call

Prémio Descoberta

2017

O Festival Internacional de Fotografia e Artes Visuais

ENCONTROS DA IMAGEM convida todos os autores

à submissão de candidaturas à edição de 2017,

comemorativa dos 30 anos.

Considerando o sucesso das edições anteriores,

o Festival abre uma nova OPEN CALL, reafirmando

a vontade de divulgar autores emergentes –

nacionais e internacionais – e promover obras

selecionadas segundo critérios de qualidade.

Com esta oportunidade, os selecionados integrarão

uma exposição coletiva e projeções da Edição

2017, bem como terão a possibilidade de participar,

posteriormente, em Exposições Individuais,

a promover pelos ENCONTROS DA IMAGEM.

O prazo de candidatura inicia-se a 6 de julho

e estende-se até 31 de julho de 2017.

No dia 10 de agosto serão anunciados os resultados

dos autores selecionados, após avaliação e seleção

realizada por um júri internacional.

O Festival ENCONTROS DA IMAGEM 2017

realiza-se de 15 de setembro a 29 de outubro

nas cidades de Braga, Barcelos, Guimarães,

Vila Nova de Famalicão e Porto.

Entre os dias 15 e 17 de setembro decorrerá

o Periodo de Abertura

 

Regulamento e formulário de candidatura aqui.

Alessandra Sanguinetti

Alessandra Sanguinetti

Alessandra Sanguinetti , nascida em 1968 em Nova Iorque, onde vive atualmente é fotojornalista, fotógrafa documental e membro da Magnum Photos desde 2007.

Viveu na Argentina de 1970 até 2003 e tem fotografias em coleções públicas e privadas, tais como o Museum of Modern Art de Nova Iorque (MoMA) e The San Francisco Museum of Modern Art.

Já publicou, também, em revistas como The New York Times Magazine, LIFE e Newsweek.

Série: “As aventuras de Guille e Belinda”. A ideia de construir a série, que se tornou exposição e livro, foi, em parte, obra do acaso. Sanguinetti conheceu-as quando tentava fotografar animais perto da fazenda de seus pais para um projeto diferente
(e nunca concluído). “Beli e Guille estavam sempre correndo, escalando, perseguindo galinhas e coelhos”, contou a fotógrafa, em entrevista ao The New Yorker.

Às vezes, tirava uma foto das duas apenas para que se afastassem e parassem de espantar os animais, até mudar de ideia, no início do verão de 1999.

“Elas tinham 9 e 10 anos na época e, um dia, ao invés de pedir para que fossem embora, deixei-as ficar”. A fotógrafa conta que, como se tratavam de crianças, simplesmente brincavam, e costumavam transformar suas ideias para fotografias em novas brincadeiras. “Qualquer sugestão de imagem que eu dava,
elas adaptavam para sua própria situação”, relembra. Sanguinetti define o período como o mais feliz de sua vida, talvez pelo fato de que, nas palavras da própria, significou uma desculpa para certa regressão, para se tornar criança novamente. “Eu havia passado um tempo na Suécia, que pode ser extremamente escura e fria. Quanto voltei à Argentina, lá estavam elas”. Essas imagens foram exibidas pela primeira vez em 2004, mas a segunda parte do projeto foi concluída quase dez anos depois. The life that came(2009) (algo como “a vida que seguiu” ou “a vida que veio”), sediada como exposição na Yossi Milo Gallery, em Nova Iorque, mostra de forma subjetiva a maneira como as duas, já jovens mulheres, enfrentam o crescimento, a maternidade e os relacionamentos.

 

 

Simule o valor da sua impressão fine art em 17 tipos de papéis diferentes.

Simule o valor da sua impressão fine art em 17 tipos de papéis diferentes.

Agora no site da PandoraPix você pode Simular o valor da sua impressão fine art em 17 tipos de papéis diferentes.

Simples e fácil.

Escolha o papel ideal para cada trabalho. Informe apenas Altura e Largura e tenha a prévia dos preços.

 

Tipo de Papel e Gramatura Feito de Tipo
Polen 90 gsm Celulose Fosco
Hahnemuhle  Luster Glossy  260  gsm Celulose Brilhante
Hahnemuhle Studio-Enhanced 210 gsm Celulose Fosco
Hahnemuhle Matt Fibre 200 gsm Alfa Celulose Fosco
Hahnemuhle Photo Canvas  320 gsm Poly-Coton Semi Brilho
Hahnemuhle Rice  Paper   100 gsm Arroz Fosco
Hahnemuhle Museum Etching 350 gsm Algodão Fosco
Hahnemuhle Willian Turner 310 gsm Algodão Fosco
Hahnemuhle Canvas Monet 410 gsm Algodão Fosco
Canson Rag Photographique 310  gsm Algodão Fosco
Canson Edition Etching Rag  310 gsm Algodão Fosco
Canson Baryta Photographique  310 gsm Algodão Brilhante
Canson Platine Fibre Rag  310 gsm Algodão Fosco
Hahnemuhle PhotoRag Baryta 315 g Algodão Brilhante
Hahnemuhle PhotoRag 308 gsm Algodão Fosco
Hahnemuhle Bamboo 290 gsm Bambú Fosco
Canson Arches Aquarelle Rag  310 gsm Algodão Fosco
Awagami Papel Japonês 125 gsm Algodão Fosco

 

Link da simulação abaixo:
http://pandorapix.com/#escolha

Workshop individual de Impressão Fine art, inclui produção de portfólio.

Workshop individual de Impressão Fine art, inclui produção de portfólio.

O Workshop  de  Impressão Fine Art visa esclarecer no que consiste uma reprodução perfeita da sua imagem usando padrões internacionais de qualidade, garantindo durabilidade e profundo controle das cores e resultado.

O Workshop  apresentará  fundamentos para a impressão fine art:

– Pigmentos Minerais

– Apresentação dos principais papéis para impressão,   como algodão, arroz, bambu,  alfa celulose, satinados,  perolados, barytados, canvas, e fotográficos.

– Tipos de impressoras  e tecnologias disponíveis.

– Permanência , durabilidade e conservação.

– Gerenciamento de cor.

– Fluxo de trabalho, pré-impressão, correções e ajustes de nitidez.

– Uso dos perfis ICC

–  Soft proof

– Apresentação dos  equipamentos de calibração e impressão, como colorímetros, espectrofotômetros e densitômetros.

– Prática de impressão e avaliação das imagens impressas.

–  Molduras e acabamento possíveis.

– Como atender e superar as expectativas do rigoroso mercado da arte.

–  Estratégias para circular, apresentar e comercializar seus trabalhos

 

A quem interessa?

 

Importante a todos que pretendem aprender a fazer as melhores escolhas na hora de preparar a sua imagem  e de selecionar o papel mais adequado para a impressão.

Por ser individual garante maior foco e atenção no aluno.

O participante sairá do workshop com um portfólio impresso em Fineart com 10 imagens a sua escolha, no tamanho 30cm x 20cm.

Carga horária: 4 horas

Local: Laranjeiras – Rio de Janeiro

Professor : Marcelo Carrera

Fone (21) 3283 8000

contato@pandorapix.com

 

Investimento e formas de pagamento:

 

Valor: R$ 600,00

Pagamento parcelado em até 3x sem juros nos cartões ou em dinheiro com 5% de desconto.

13ª e 14ª edições da Residência Artística do Red Bull Station – Inscrições Até 30 de Junho 2017.

13ª e 14ª edições da Residência Artística do Red Bull Station – Inscrições Até 30 de Junho 2017.

13ª e 14ª edições da Residência Artística do Red Bull Station – Inscrições

A Residência Artística do Red Bull Station é uma plataforma permanente que incentiva e apoia a formação e produção de arte contemporânea. Cada edição contempla seis artistas ou coletivos atuantes nas áreas de artes visuais, performance, arte sonora, novas mídias e demais manifestações contemporâneas.

Durante o período de residência, os participantes têm à sua disposição um espaço individual, além de dois ateliês colaborativos, um digital e outro analógico. Os residentes serão acompanhados pelo curador Fernando Velázquez e terão ainda um encontro individual com um curador convidado pela equipe do Red Bull Station, no programa de Studio Visit.

Inscrições até 30 de junho de 2017

A 13ª edição da residência artística acontecerá entre os dias 1 de Agosto e 2 de Setembro de 2017. A 14ª edição acontece de 26 de setembro a 28 de outubro de 2017. As inscrições para ambas estão abertas de 2 de Maio a 30 de junho. Entre os itens obrigatórios para a seleção, estão o envio de currículo e portfólio.

EDITAL (english, español)

01 objeto

O que é a Residência Artística do Red Bull Station?

_ um programa de residência de arte contemporânea direcionado a artistas, a acontecer no Red Bull Station, com sede na Praça da Bandeira, nº 137, Centro, São Paulo/SP, em duas edições. A primeira edição acontecerá de 01/08/2017 a 02/09/2017 e a segunda edição de 26/09/2017 a 28/10/2017.

_ uma plataforma de incentivo e fomento à arte contemporânea nacional emergente através da convergência de ações e pensamentos que amplifiquem a formação, reflexão, produção e crítica, de maneira interdisciplinar.

_ um espaço de compartilhamento, vivência, experimentação e intercâmbio pautado por encontros, palestras, oficinas e exibições.

_ um polo agregador entre a comunidade artística e o público.

02 descrição

_ a Residência contemplará doze vagas, sendo seis vagas para cada edição, para artistas ou coletivos brasileiros e/ou estrangeiros que residam há pelo menos cinco anos no Brasil e estejam com o RNE em dia. Também poderão se inscrever artistas estrangeiros ou Brasileiros residentes no exterior observando que despesas de transporte, moradia e alimentação não serão cobertas pela Residência Artística.[AR1]

_ poderão se inscrever artistas atuantes nas áreas de artes visuais, performance, arte sonora, novas mídias e demais manifestações contemporâneas.

_ a Residência Artística acontecerá em duas edições, nas quais cada um dos seis ateliês serão ocupados por artistas ou coletivos.

_ os participantes das duas edições participarão de uma exposição coletiva com abertura no dia 02/12/2017.

_ a seleção dos artistas será realizada por um júri composto pelo curador do Red Bull Station e dois ex-residentes, os artistas Bruno Palazzo e Raphael Escobar.

_ a decisão do júri é inquestionável e irrecorrível.

03 contrapartidas

_ os artistas ou coletivos participantes terão os seus portfólios divulgados no site do Red Bull Station.

_ a Residência Artística terá o acompanhamento do curador do Red Bull Station.

_ os artistas residentes também terão um encontro individual com um curador convidado pela equipe do Red Bull Station, no programa Studio Visit.

_ além do espaço individual, os artistas poderão utilizar os ateliês colaborativos, um digital e o outro analógico, além das instalações do Red Bull Basement (Maker Space).

_ durante o período de residência acontecerá o programa Ateliê Aberto, onde os artistas apresentarão o seu trabalho ao público em seus respectivos ateliês.

_ cada artista receberá o valor máximo de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais) como auxílio-produção durante a residência e em relação à produção de obras a serem apresentadas na exposição coletiva, conforme disposto no item 05_2 abaixo.

04 da inscrição

_ as inscrições para as duas edições acontecerão simultaneamente de 02/05/2017 a 30/06/2017 (até as 23:59 do horário de Brasília) e o resultado da seleção será divulgado em 17/07/2017, no site do Red Bull Station.

_ serão selecionados 6 (seis) artistas ou coletivos titulares e dois suplentes por edição.

_ em caso de inscrição coletiva, deverá haver um representante do grupo. O apoio financeiro será considerado como equivalente ao de um artista residente.

_ as inscrições serão realizadas unicamente através do endereço eletrônico www.redbullstation.com.br/residencias. Na plataforma on-line, o candidato poderá preencher a ficha de inscrição e deverá anexar obrigatoriamente: portfólio com até 20 (vinte) imagens e curriculum vitae. Os arquivos não poderão exceder os 10 MB.

_ os candidatos poderão incluir no portfólio projetos específicos a serem desenvolvidos no período. Neste caso, é aconselhado que o artista utilize 25% (vinte e cinco por cento) do espaço no documento para se explanar sobre o projeto e complemente o restante com obras e projetos já desenvolvidos.

_ serão excluídos do processo seletivo os candidatos que enviarem inscrições fora do prazo estabelecido e/ou com documentação incompleta.

_ todos os candidatos serão notificados por e-mail do recebimento da inscrição.

_ o ato da inscrição implica automática e plena concordância com o Regulamento e os Termos e Condições da Residência deste edital.

_ os portfólios digitais passarão a fazer parte do banco de dados da Residência Artística.

TERMOS E CONDIÇÕES DA RESIDÊNCIA ARTÍSTICA DO RED BULL STATION

05_1 dos artistas

_ será obrigatório para os artistas selecionados a assinatura de contrato com a Red Bull, no qual se comprometem a aceitar o Regulamento e os Termos e Condições da Residência. A não assinatura implica no cancelamento da participação deste na Residência Artística.

_ é de responsabilidade do artista desenvolver a sua pesquisa com o acompanhamento do curador e desenvolver trabalhos para a exposição.

_ é facultativo ao artista doar obra para a coleção da Residência Artística do Red Bull Station. A escolha será em conjunto com o curador em exercício. A obra doada deverá estar acompanhada de ficha técnica, devidamente assinada e datada pelo artista. Quando a obra doada for um múltiplo, a tiragem da edição deve estar especificada no documento. Paralelamente, o artista deverá assinar um documento de cessão de direitos de uso de imagem da obra doada para fins de divulgação.

_ os trabalhos apresentados na exposição coletiva devem ser inéditos e exclusivos enquanto durar o período da mesma.

_ o artista se compromete a estar presente nas programações e nos encontros previamente agendados com o curador, orientadores, palestrantes e/ou público, acompanhar a montagem da exposição, e qualquer outra solicitação de conteúdo ou divulgação requisitados pela coordenação da Residência Artística.

_ a presença no ateliê deve ser constante. Ausências prolongadas deverão ser previamente notificadas ou justificadas, assim como viagens para fora da cidade. Não comparecimentos acima de 15% do período total da Residência serão considerados como não cumprimento dos Termos e Condições da Residência e estarão sujeitos às sanções pertinentes.

_ é de responsabilidade do artista seguir as normas dos Termos e Condições da Residência, não colocar em risco o seu bem-estar ou dos demais artistas residentes, bem como o do público e de todas as pessoas envolvidas no projeto. Também é responsabilidade do artista a preservação do espaço físico do ateliê e de bens que ali se encontrarem.

_ o artista deverá assinar documentos de cessão de uso de imagem e de autorização de registro do processo, para fins de divulgação e documentação durante a Residência Artística.

_ o artista deverá colaborar com as atividades do núcleo educativo da Residência Artística em eventos com curadores, instituições, público em geral e escolas públicas e privadas.

_ desistência do programa, infrações ao presente regulamento ou normas legais, assim como todo e qualquer comportamento que perturbe a ordem, sujeitarão os artistas residentes a sanções determinadas pela Residência Artística, incluindo exclusão da mesma.

_ deverão estar de acordo e assinar as Regras da Residência Artística.

05_2 da residência artística

É de responsabilidade da Residência Artística proporcionar ao artista selecionado:

_ um ateliê individual durante o período.

_ o artista receberá a título de verba de produção o valor máximo de R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais) para execução de seu projeto, incluindo a produção do trabalho que será apresentado na exposição de encerramento. O valor deverá ser utilizado em materiais de consumo e serviços a serem contratados diretamente pela produção da Residência Artística e pagos mediante apresentação de nota fiscal.

_ caso seja selecionado um coletivo, o apoio financeiro é considerado como equivalente ao de um artista residente.

_ suporte e orientação no desenvolvimento dos projetos dos residentes por meio da orientação do curador em exercício.

_ portfólio divulgado no site do Red Bull Station, com texto de apresentação escrito pelo curador.

_ divulgação da Residência Artística, dos eventos, mostras e exposições realizadas durante as edições.

_ disponibilizar o suporte de uma equipe de produção presente diariamente no espaço.

_ organizar uma exposição coletiva para a apresentação pública das pesquisas.

_ registrar, digitalizar e arquivar os registros de obras e processos, como também publicá-los em redes sociais e no site do Red Bull Station.

_ administrar casos de desistência ou de quebra de contrato.

_ a Residência Artística se responsabilizará por obras roubadas ou danificadas somente durante o período das exposições.

_ a Residência Artística não se responsabiliza por artigos furtados, uma vez que é responsabilidade do artista manter a segurança de seu ateliê, mantendo-o fechado quando não estiver presente.

DOS PROFISSIONAIS CONTRATADOS PARA SELEÇÃO/ORIENTAÇÃO DOS ARTISTAS DA RESIDÊNCIA

06_1 do Júri

_ o júri será composto por Fernando Velázquez (curador em exercício), e dois ex-residentes, os artistas Bruno Palazzo e Raphael Escobar.

_ o Júri deverá apresentar ata referente ao processo seletivo.

06_2 do curador

_ após o processo de seleção, caberá ao curador acompanhar o período de Residência Artística, preparar a agenda de atividades, selecionar a obra a ser doada pelo residente, e escrever os textos de apresentação dos artistas e da exposição.

_ o curador deverá estar presente em todas as atividades programadas pela Residência Artística: orientações coletivas, conversas individuais e montagem da exposição.

07 regras da residência artística

da ocupação do espaço comum

_ o Red Bull Station está aberto ao público de terça a sexta, das 11h às 20h, e sábados das 11h às 19h, salvo em eventos especiais agendados pela equipe de coordenação. O público tem acesso a todos os andares do espaço, o que significa que os artistas irão conviver com o público.

_ o acesso dos artistas ao Red Bull Station é de segunda a sábado, das 9h às 22h. O acesso fora desse horário deve ser feito com prévia autorização da equipe de produção da Residência Artística.

_ é também de responsabilidade dos artistas zelar pelos materiais e equipamentos do Red Bull Station.

_ o mobiliário do espaço Red Bull Station deverá ser mantido em seu devido lugar. É vetado ao artista levar para o ateliê mobiliário de uso comum.

_ é vetado o uso de drogas ilícitas em toda e qualquer dependência do Red Bull Station.

_ de acordo com a Lei Estadual n° 13.541/09, é proibido fumar nas dependências do Red Bull Station.

DA OCUPAÇÃO DOS ESPAÇOS INDIVIDUAIS E USO COLETIVOS

ateliê analógico

_ o ateliê analógico é dotado de bancadas, que devem ser desocupadas quando o artista não estiver trabalhando.

_ o ateliê analógico destina-se a múltiplas utilidades sendo vetado seu uso como depósito.

_ todo material ali presente (ferramentas, prensa etc…) destina-se ao uso coletivo e deve ser mantido em boas condições e devolvido ao lugar de origem. Este só pode ser utilizado dentro das dependências do Red Bull Station.

_ danos ou perda dos equipamentos do ateliê analógico implicam no reembolso ao Red Bull Station por parte do artista.

ateliê digital

_ o ateliê digital é dotado de 1 (um) computador e de 2 (duas) impressoras de uso coletivo e livre aos artistas.

_ a Residência conta também com uma câmera fotográfica Canon 5D Mark II, uma câmera GoPro, cartões de memória, e gravador de som digital. Estes equipamentos têm uso liberado mediante solicitação prévia e agendamento com a produção. Estes só podem ser utilizados dentro das dependências do Red Bull Station.

_ danos ou perda dos equipamentos do ateliê digital implicam no reembolso ao Red Bull Station por parte do artista.

ateliê individual

_ cada artista ou coletivo receberá um ateliê equipado com: mesa, cadeira, pufe, luminária, estante, caixa depósito com chave e cadeado para a porta, com chave. O material presente no ateliê é de responsabilidade do artista residente.

_ o participantes recebem o ateliê com duas paredes pintadas de branco, que podem ser utilizadas conforme a necessidade de cada um. Furos deverão ser acompanhados da equipe de manutenção do Red Bull Station, para evitar danos à parte elétrica e/ou hidráulica.

_ durante o período da residência não haverá reparos no ateliê.

_ o artista é responsável por todo o material encontrado dentro do ateliê. Exemplo: objetos pessoais, trabalhos em andamento, material de trabalho e equipamentos. Em sua ausência, o ateliê deverá permanecer trancado.

_ a limpeza dos ateliês é feita uma vez por semana por funcionários contratados pelo Red Bull Station. O artista deverá estar presente durante a limpeza.

_ a equipe de produção da Residência Artística terá cópias das chaves dos ateliês e das caixas depósito, que poderão ser utilizadas em situações de emergência ou reparos estruturais do prédio.

_ a visita do público aos ateliês é feita mediante a presença e concordância dos artistas, salvo em eventos agendados pela produção em que, de prévio aviso, os ateliês são abertos ao público.

_ o artista se compromete a desocupar o ateliê ao final do período de residência sem deixar nenhum pertence pessoal.

_ o transporte de qualquer material para ocupação e desocupação dos ateliês é de responsabilidade dos artistas.

do convívio comum

_ o Red Bull Station é um espaço de uso comum. Regras de convívio devem ser respeitadas, onde comportamentos e atitudes que atrapalham o andamento e o bom relacionamento do grupo não serão admitidos.

da monitoria

_ os monitores têm como principal atividade receber e apresentar o espaço ao público. Não é de responsabilidade dos monitores dar assistência ao trabalho individual de cada artista.

Workshop, Livro de artista com Pedro David na Villa Sophia – RJ

Workshop, Livro de artista com Pedro David na Villa Sophia – RJ

De 15 de junho – 18 de junho

 

A VILLA:
A Villa Sophia, um casarão histórico no charmoso bairro de Santa Teresa no Rio de Janeiro, que pertence à fotógrafa Anna Kahn, nasceu há 2 anos com vocação para receber diversos artistas do mundo inteiro. Neste tempo, já passaram por aqui: Miguel Chikaoka (Fotoativa), Alexandre Sequeira (Belém), Iatã Cannabrava (Estúdio Madalena), Diógenes Moura (Pinacoteca), Sarah Meister (MOMA), Milton Guran (FotoRio), Eugênio Sávio (Foto em Pauta, Tiradentes), Rosangela Rennó (Galeria Vermelho), entre outros grandes nomes da fotografia mundial, incluindo Gueorgui Pinkhassov da agência Magnum. Em maio deste ano, iniciou uma série de WS imersivos com Eustáquio Neves.

Artista:
Pedro David fez parte do projeto Paisagem Submersa (realizado entre 2002 e 2008, junto com Pedro Motta e João Castilho) que foi marcante para fotografia brasileira dos últimos anos, justamente pelo recorte que escapou do documental, misturando realidade, fantasia e arte contemporânea. Este pensamento está em suas imagens até hoje.

Pedro dedica-se a interpretar, através de diversas vertentes da fotografia, as relações entre o homem e seu ambiente, seja na natureza ou na busca em encontrar um lugar para se viver nos centros urbanos. Suas fotografias não pretendem apenas documentar as interferências do homem no ambiente, mas fabricar novas formas de vê-las e criar jogos de percepção.

Pedro David, ganhou vários prêmios importantes de fotografia no país, dentre eles o prêmio Fundação Conrado Wessel de Arte 2012; com a série Madeira de Lei, sobre uma natureza angustiada, transformada artificialmente pelo homem; Sua “Fase Catarse” reuniu três séries produzidas entre 2008 e 2011 — “Aluga-se”, “Coisas caem do Céu” e “Última Morada”, que trazem em comum a interpretação do ambiente urbano particular do artista visual mineiro. Já em “360 metros quadrados”, realizada com o prêmio Funarte Marc Ferrez de fotografia de 2012 e a Bolsa Residénces Photoquai, do Museu Quai Branly, de Paris, ele se propôs o desafio de retratar diversos cenários limitado ao espaço doméstico.

PROGRAMAÇÃO:
Na imersão na Villa Sophia, o artista pretende mostrar parte de sua produção, que chega aos 20 anos de trabalho, com comentários sobre o processo criativo, motivações, contextos e formas de elaboração e escoamento, através de projeção de imagens de trabalhos, registros de exposições, impressões e livros de artista. Também serão abordados trabalhos de referência e os trabalhos dos participantes, que serão guiados no processo de edição, impressão e montagem de um livro de artista em formato brochura.

Maiores Informações – gabrielamassotelima@gmail.com
www.villasophia107.com

 

O FotoRio e o Centro Cultural Correios convidam para a abertura de seis exposições do festival – dia 07 de Junho  Quarta às 19:00  22:00

O FotoRio e o Centro Cultural Correios convidam para a abertura de seis exposições do festival – dia 07 de Junho Quarta às 19:00 22:00

Dia 07 de Junho

Quarta às 19:00 – 22:00

Centro Cultural dos Correios    Rua Visconde do Itaboraí, 20 – Centro, 20010-060 Rio de Janeiro

 

O FotoRio e o Centro Cultural Correios convidam para a abertura de seis exposições do festival:

DIMINUTA NATUREZA E TRÊS PICOS | AFNATURA
Curadoria: Gustavo Pedro

Organizada pela AFNatura, Associação dos Fotógrafos de Natureza, a mostra é um convite para se refletir, através da fotografia de paisagem, sobre os biomas brasileiros. Reúne obras de Ary Amarante, Eduardo Zuppani, Fábio Colombini, Haroldo Palo Jr, João Marcos Rosa, José Caldas, José Medeiros, Lena Trindade, Leonide Príncipe, Luciano Candisani, Luis Claudio Marigo, Marcos Amend, Monique Cabral, Príamo Mello, Renato Soares, Ricardo Siqueira, Valdemir Cunha, Virgínio Sanches, Zé Paiva, Zig Koch.

AUSÊNCIA | NANA MORAES

Ausência, é uma investigação sobre maternidade nas prisões, levada a efeito através de um projeto criado especialmente para esse trabalho, intitulado Projeto Travessia, realizado no presídio feminino Nelson Hungria, no Complexo de Gericinó. Este é um projeto artístico/humanista cujo objetivo foi criar uma via de comunicação e expressão entre as mães encarceradas no sistema prisional e seus filhos por meio da Correspondência Fotográfica. A exposição é composta por painéis elaborados pela autora, retratos das mães presidiárias e de extratos da correspondência.

ARPOADOR – ENTARDECER AOS DOMINGOS | PETER LUCAS

Segundo seu autor, o norte-americano Peter Lucas, aos domingos, a transição do entardecer para o anoitecer é diferente dos outros dias no Arpoador. A passagem do tempo parece suspensa. Este sentimento de domingo parece trazer um sentimento de melancolia e a mortalidade presente em todas fotografias.

PONTOS EM FUGA | THOMAS VALENTIN
Curadoria: Andreas Valentin

A exposição é constituída por três séries – Túnel, Lagoa e Arena – que acompanham e, ao mesmo tempo, subvertem a lógica racional da perspectiva de tal como foi anunciada pelo seu primeiro formulador, Leon Battista Alberti, em 1435. Nas imagens, pontos e linhas permanentemente em fuga provocam estranhamentos e contestam a “indissolúvel harmonia” das partes e do todo renascentista.

CHINA DE UM CHINÊS | WANG WEIGUANG

A exposição reúne 40 fotografias em PB do fotógrafo chinês sobre a vida cotidiana da China atual, apresentando em amplo panorama das suas diversas províncias.

CORPO | ZHU HONGYU

Exercício de percepção plástica do corpo feminino em linhas e massas de luz em uma instalação composta de dez imagens – sendo duas em tamanho natural.

SERVIÇO

Visitação de 8 de Junho a 6 de Agosto.
Terça a domingo, das 12 às 19h.

FotoRio 2017 – MULHER EM FOTO

FotoRio 2017 – MULHER EM FOTO


MULHER EM FOTO

No Centro Cultural Correios
Mesas-redondas – Palestras – Projeções – Debates
Coordenação: Silvana Louzada

 

Programação – sempre das 17h às 19h:

– 08/06: Fotógrafas brasileiras na foto de 6 Nov 2016 – com Andreas Farias, Bruna Prado, Luciana Macedo, Simone Marinho e Wania Corredo. Mediação: Ioana Mello

– 09/06: YVY – Mulheres da Imagem – Organização: Marizilda Cruppe, com Bárbara Cunha (PE), Claudia Ferreira (RJ), Flávia Correia (AL), Isabella Lanave (PR) e Maíra Cabral (MG). Mediação: Ioana Mello

– 10/06 – Débora 70 – “Trajetória” e Fernanda Chemale – “Rastros D’Eu” – projeção com debate – Mediação Cristina Zappa

– 13/06: Fotógrafas Pretas – com Fernanda Dias, Lita Cerqueira e Valda Nogueira (Imagens do Povo) – Mediação: Thaís Rocha

20/06: Mulher, fotografia e história – com Maria do Carmo Rainho, Thereza Bandeira de Mello e Mariana Muaze – Mediação: Silvana Louzada

– 22/06: A mulher na fotografia pública: Cláudia Andujar, Geneviève Taylor e Nair Benedicto – Ana Maria Mauad (LABHOI / UFF)

– 27/06: Fotógrafa: Rua, Polícia e Comunidade – com Jussara Paixão (fotógrafa da Polícia Civil), Márcia Foletto (O Globo), Taís Alvarenga (Imagens do Povo) – Mediação: Silvana Louzada

29/06: Relato de Experiência com Claudia Ferreira – fotógrafa, autora dos livros: Mulheres em Movimento e Marcha das Margaridas.

Inscrições abertas para Bolsa de Fotografia ZUM  /   IMS   2017  – R$ 130.000,00

Inscrições abertas para Bolsa de Fotografia ZUM / IMS 2017 – R$ 130.000,00

Em sua 5ª edição, a Bolsa de Fotografia ZUM/IMS selecionará dois projetos inéditos de artistas e fotógrafos para que desenvolvam e aprofundem seu trabalho no campo da fotografia, nas mais diversas vertentes, sem restrição de tema, perfil ou suporte.

Os projetos serão avaliados por uma comissão constituída por curadores do Instituto Moreira Salles e um convidado externo, com trabalho reconhecido na área fotográfica. Serão consideradas a qualidade artística, a qualificação do candidato e a viabilidade prática do projeto.

2 bolsas, cada bolsa tem o valor de R$ 65 mil, e os selecionados terão um prazo de oito meses para a entrega dos resultados finais dos projetos, que serão incorporados à Coleção de Fotografia Contemporânea do Instituto Moreira Salles.

Os dois projetos ganhadores serão anunciados em agosto aqui no site da revista ZUM.

 

 

As inscrições vão de 02 de maio até o dia 2 de julho de 2017.

 

Para mais informações:

Leia o edital da Bolsa de Fotografia ZUM/IMS 2017

Veja a página de Perguntas Frequentes

Baixe a Ficha de Inscrição

 

CONVOCATÓRIA  PARATY EM FOCO 2017 –

CONVOCATÓRIA PARATY EM FOCO 2017 –

Concurso de caráter exclusivamente cultural promovido pelo Paraty em Foco – Festival Internacional de Fotografia.

Cumprindo a tradição de difundir a fotografia contemporânea, o PORTFÓLIO EM FOCO / CONVOCATÓRIA 2017 selecionará projetos fotográficos em duas categorias: ENSAIOS e IMAGEM ÚNICA, as inscrições serão aceitas a partir de 22 de março a 31 de julho de 2017.

Os três primeiros colocados de cada categoria serão convidados a participar do PEF com todas as despesas de alimentação e estadia
em Paraty pagas pela organização do Festival. Os 10 melhores trabalhos de cada categoria irão compor uma exposição de destaque na programação do PEF.

Os melhores ENSAIOS e IMAGENS ÚNICAS recebidos, serão automaticamente divulgados no site da Convocatória e, ao final, os trabalhos

serão julgados pelo júri de premiação formado por: Simonetta Persichetti (jornalista, crítica de fotografia e Docente na Faculdade Casper Libero),

Marizilda Cruppe (jornalista foto repórter), Kitty Paranaguá (fotógrafa membro do Estúdio Atelie Oriente Rio), Sérgio Branco (jornalista e diretor da redação da Revista Fotografe Melhor), Joaquim Paiva (diplomata, colecionador e fotógrafo), Pedro Vasquez (escritor, curador e fotógrafo) e

Roberto Soares-Gomes (empresário e fotógrafo).

O júri escolherá os 10 melhores trabalhos de cada categoria e estes serão exibidos em um importante espaço público durante o Festival de 13 a 17 de Setembro de 2017.  Dentre estes 10 trabalhos de cada categoria estarão os três considerados os melhores: 1º, 2º e 3º. Os três primeiros colocados de cada categoria são convidados a participar do festival com todas as despesas de estadia e alimentação em Paraty pagas pela organização do evento.

Serão oferecidas as seguintes premiações:

Primeiro Colocado: Os autores do melhor ensaio e foto única serão convidados para participar do evento, tendo custeadas pelo Festival a exibição de seu trabalho, suas despesas de hospedagem e alimentação, durante os dias do Festival. Observe que os custos de traslado não serão cobertos. Certificados de Melhor Projeto serão entregues aos dois melhores trabalhos (um de cada categoria).

Segundo Colocado: Os autores do segundo melhor ensaio e foto única serão convidados para participar do evento, tendo custeadas pelo Festival a exibição de seu trabalho, suas despesas de hospedagem e alimentação, durante os dias do Festival. Observe que os custos de traslado não serão cobertos. Certificados de Segundo Lugar serão entregues aos dois melhores trabalhos (um de cada categoria).

Terceiro Colocado: Os autores do terceiro melhor ensaio e foto única também serão convidados para participar do evento, tendo custeadas pelo Festival a exibição de seu trabalho, suas despesas de hospedagem e alimentação, durante os dias do Festival. Observe que os custos de traslado não serão cobertos. Certificados de Terceiro Lugar serão entregues aos dois melhores trabalhos (um de cada categoria).

Menções de Excelência:  Serão distribuídas para outros sete trabalhos finalistas melhor classificados em ambas as categorias. Estes trabalhos serão também expostos no PARATY EM FOCO 2017, sem custos para seus autores.

http://www.pefparatyemfoco.com.br/convocatoria

PRÊMIO BRASIL FOTOGRAFIA 2017 – Prêmios R$ 180.000,00

PRÊMIO BRASIL FOTOGRAFIA 2017 – Prêmios R$ 180.000,00

REGULAMENTO

 

PRÊMIO BRASIL FOTOGRAFIA – 2017
REGULAMENTO

 

1 –  SOBRE O PRÊMIO

Prêmio Brasil Fotografia é destinado a fotógrafos brasileiros ou estrangeiros, residentes no Brasil.

A ação curatorial propõe a apresentação de ensaios, séries fotográficas e projetos que elaborem uma reflexão na qual a fotografia, independentemente de temas pré-estabelecidos, explore a diversidade de abordagens possíveis, como um espelho da história social e estética do olhar contemporâneo.

 

2 – COMISSÃO DE PREMIAÇÃO

A Comissão de Premiação 2017 é composta por Cildo Oliveira, artista visual e curador do Prêmio; Angélica de Moraes, curadora; Fabio Magalhães (curador); Evandro Teixeira (fotógrafo) e Rubens Rewald (cineasta).
3 – PRÊMIOS – CATEGORIAS

 

3.1 – A Comissão de Premiação outorgará:

 

01 Prêmio Brasil Fotografia Especial (aquisição), no valor de R$ 55.000,00 (cinquenta e cinco mil reais);

01 Prêmio Brasil Fotografia Ensaio Impresso (aquisição), no valor de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais);

01 Prêmio Brasil Fotografia Ensaio Multimeios (aquisição), no valor de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais);

02 Prêmios Brasil Fotografia Bolsa para Desenvolvimento de Projeto (aquisição), no valor de R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais) cada um;

01 Prêmio Brasil Fotografia Revelação (aquisição), no valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais).

 

4 – DA PARTICIPAÇÃO


4.1 – Categorias por inscrição

Os participantes poderão se inscrever em ambas as categorias e modalidades, desde que sejam apresentados trabalhos distintos.


4.1.1 – Categoria Prêmio Brasil Fotografia Ensaios

 

4.1.1.1 – Modalidade Ensaio Impresso

4.2.1.a – Esta modalidade é para ensaios sobre o mesmo tema, caracterizando uma linguagem fotográfica de cunho autoral. Não há restrições quanto à forma de captação de imagem ou aos métodos de pós-produção. Serão aceitos ensaios fotográficos coloridos ou em preto-e-branco, obrigatoriamente impressos, com no mínimo 08 (oito) e no máximo 12 (doze) fotografias no tamanho máximo de 40cm do lado maior, incluindo a margem (formato para seleção). O participante deverá indicar, na ficha de inscrição, o tamanho final de cada fotografia (formato para exposição). Em caso do ensaio conter dípticos ou trípticos, as peças deverão ser contabilizadas separadamente.

 

4.1.1.2 – Modalidade Ensaio Multimeios

4.2.1.2.a – Esta modalidade é para ensaios que utilizem a técnicas fotográficas, por meio de diferentes linguagens e narrativas como: vídeos, projeções, instalações, intervenções urbanas, site specific etc. O participante deverá enviar, no momento da inscrição, um memorial descritivo da obra (PDF) e o vídeo da obra (MP4).

 

4.2 – Categoria Prêmio Brasil Fotografia Bolsa para Desenvolvimento de Projeto
4.2.1 – Para projetos de pesquisas experimentais, ainda não viabilizados, que partam da ação/reflexão fotográfica como impulso para o desenvolvimento de narrativas contemporâneas, entre múltiplos meios em um território transdisciplinar.

4.2.2 – Os projetos deverão conter memorial descritivo com: objetivos, justificativas, cronograma de trabalho e descrição do produto final.

4.2.3 – Os projetos devem ser desenvolvidos em no máximo 06 (seis) meses, a partir da data de pagamento da primeira parcela do Prêmio (a ser definida pela produção).

4.2.4 – O projeto premiado será acompanhado por um dos membros da Comissão de Premiação, na função de Tutor. A cada dois meses, serão realizados encontros entre o Bolsista, o Tutor, a Curadoria e a Produção para acompanhamento dos projetos, em datas a serem acertadas de comum acordo. O primeiro encontro deverá ocorrer após o recebimento da primeira parcela. A cada encontro, o tutor apresentará relatórios.

4.2.5 – Na hipótese de que tais encontros não ocorram, bolsista e tutor serão obrigados a devolver os recursos recebidos.

4.2.6 – Serão de responsabilidade do bolsista todos os contatos, contratações, custos e encargos referentes à execução do projeto, incluindo eventuais autorizações e pagamentos de direitos autorais ou de imagem, de acordo com a legislação vigente, os quais deverão ser comprovados documentalmente.

4.2.7 – No caso de bolsista premiado, cujo resultado do projeto for um livro, deverão ser entregues para a produção do Prêmio Brasil Fotografia a quantidade mínima de 10 (dez) exemplares, sendo certo que tal tiragem deverá ser custeada às próprias expensas do premiado ou, então, suportada apenas com a verba do respectivo prêmio, sem direito a recursos adicionais para tanto.

4.2.8 – No caso de bolsista premiado, cujo  resultado do projeto seja no formato de uma instalação, a montagem da mesma deverá ser custeada às próprias expensas do premiado ou, então, suportada apenas com a verba do respectivo prêmio, sem direito a recursos adicionais para tanto.

4.2.9 – Para o processo de produção do resultado final e incorporação ao Acervo do Instituto Cultural Porto Seguro, cabe ao bolsista selecionado, enviar por carta registrada ou com AR ao endereço indicado, no prazo de até 10 dias úteis, a contar da data da publicação do resultado, os documentos abaixo relacionados:
Informações bancárias (nome e número do banco, agência e conta corrente)
Comprovante de residência
Cópia de RG e CPF
Contrato assinado (enviado aos selecionados por e-mail)

4.3.10 – O pagamento da bolsa, com os descontos previstos na legislação em vigor, ocorrerá em 02 (duas) parcelas 70% na assinatura do contrato; 30% em até 10 dias úteis após o primeiro encontro e à entrega do relatório do tutor.

4.3.11 – O bolsista deverá enviar para a Produção do Prêmio Brasil Fotografia, Avenida Rio Branco, 211 sala 114, Campos Elíseos 01205-900 – São Paulo – SP o produto final do projeto no período de seis meses a partir do depósito da primeira parcela da bolsa, assumindo cumprir integralmente o projeto aprovado e havendo necessidades de eventuais alterações, estas deverão ser discutidas com a Curadoria, o Tutor e Produção do Prêmio Brasil Fotografia.

4.3.12 – A inexecução total ou parcial dos projetos contemplados neste edital implicará a adoção de medidas judiciais cabíveis e a devolução, por parte do bolsista selecionado, dos recursos recebidos, atualizados de acordo com a legislação vigente à época, em que se realizar a respectiva quitação. Deixando-se claro que serão devedores solidários, para todos os fins de direito, tanto o bolsista que não cumprir o prazo de seis meses para entrega de seu relatório final, quanto o seu tutor, sendo certo que todos os valores recebidos por ambos deverão ser restituídos, integralmente, devidamente corrigidos monetariamente, até a data da efetiva restituição, aplicando-se o índice IGPM da FGV, ou por outro índice que vier eventualmente a substituí-lo.
5 – CATEGORIAS POR INDICAÇÃO

5.1 – Categoria Prêmio Brasil Fotografia Especial – Um Colégio Eleitoral – formado pelos premiados, selecionados e participantes das Comissões de Premiação das edições anteriores do Prêmio Porto Seguro Fotografia e Prêmio Brasil Fotografia – indicará fotógrafos que tenham ensaios relevantes em seu percurso criativo. A Comissão de Premiação 2017 escolherá um único vencedor, entre os mais votados pelo Colégio Eleitoral.

5.2 – Categoria Prêmio Brasil Fotografia Revelação – Destinado a um fotógrafo inédito no circuito institucionalizado de arte, inscrito nesta edição do Prêmio, nas modalidades Ensaios Impressos e Multimeios, que tenha apresentado um conjunto singular de obras.

 

6 – COMO SE INSCREVER

 

6.1 – Categoria Prêmio Brasil Fotografia Ensaios


6.1.1 – Modalidade Ensaio Impresso

6.1.1.a – A inscrição deve ser realizada pelo site www.premiobrasilfotografia.com.br, preenchendo as seguintes etapas:

Ficha de inscrição
Conceito, técnica e dimensões expográficas
Currículo
Legendas

6.1.1.b – Ao finalizar a inscrição, um arquivo contendo essas etapas devidamente preenchidas, será enviado ao e-mail cadastrado pelo participante. Todo material do arquivo deve ser impresso e as legendas devem ser coladas no verso de cada fotografia do ensaio. Todo participante deverá mandar um envelope selado, no valor do envio, para que seu material seja devolvido caso não seja selecionado.
6.1.1.c – Todo o material juntamente com o ensaio impresso e legendado, deverá ser enviado obrigatoriamente e exclusivamente via Correios para o endereço:

Prêmio Brasil Fotografia
Avenida Rio Branco, 211, sala 114, Campos Elíseos
01205-900 – São Paulo – SP

6.1.1.d – A data limite do carimbo de postagem é 14 de junho de 2017.
6.1.1.e – Não serão aceitos nesta modalidade ensaios entregues em suporte digital, como CD, DVD, HD, pen drive e similares

6.1.1.f – Não serão aceitos ensaios incompletos ou irregulares.

 

6.2 Modalidade Ensaio Multimeios

6.2.1 – A inscrição e o envio do ensaio devem ser realizados exclusivamente pelo sitewww.premiobrasilfotografia.com.br, preenchendo as seguintes etapas:
Ficha de inscrição
Memorial descritivo e especificações expográficas
Conceito e técnica
Currículo
Especificações expográficas (formato PDF)
Ensaio Multimeios (formato MP4 H.264)


6.3 – Categoria Prêmios Brasil Fotografia Bolsa para Desenvolvimento de Projeto

 

6.3.1 – As inscrições e o envio do projeto devem ser realizados exclusivamente pelo sitewww.premiobrasilfotografia.com.br, preenchendo os seguintes itens:

Ficha de Inscrição
Memorial descritivo: Objetivo, justificativa, descrição do produto final e cronograma de trabalho de no máximo 06 (seis) meses
Currículo
Portfólio com 12 imagens digitalizadas (formato JPEG)

 

7 – DISPOSIÇÕES GERAIS

 

7.1 – Os prêmios em dinheiro apresentam o valor bruto e estão sujeitos à tributação, conforme legislação em vigor.
7.2 – Os resultados da premiação serão divulgados no site www.premiobrasilfotografia.com.br na primeira quinzena de julho de 2017.
7.3 – Os artistas premiados participarão de mostra coletiva no Espaço Cultural Porto Seguro, na cidade de São Paulo, no período de 17 de agosto de 2017 a 08 de outubro de 2017.

7.4 – Os vencedores receberão no e-mail indicado na ficha de inscrição, os resultados de sua participação.

7.5 – É vetada a participação de qualquer funcionário ou parente, até terceiro grau, dos membros da Comissão de Organização, Comissão de Premiação ou Patrocinadores.
7.6 – Não serão aceitas inscrições de ensaios ou projetos premiados em outros concursos.
7.7 – Todo participante deverá enviar um envelope selado, para que suas fotografias sejam devolvidas, caso não seja selecionado.
7.7.1 Não nos responsabilizamos pela devolução de materiais enviados excedentes às fotografias, como caixas, bolsas, luvas, papéis ou qualquer tipo de embalagem.

7.8 – Os premiados ficam obrigados a fornecer como aquisição do acervo do Instituto Cultural Porto Seguro a cópia de longa permanência dos trabalhos ou dos resultados dos projetos vencedores, no formato a ser combinado com a Produção do Prêmio Brasil Fotografia.
7.9 – O Prêmio Brasil Fotografia não se responsabiliza pelas licenças e autorizações necessárias à realização dos projetos e ensaios selecionados, assim como nas esferas civil, penal será de total e exclusiva responsabilidade do premiado.
7.10 – Todas as obras, que utilizem audiovisual de terceiros, deverão ter sua autorização apresentada pela autoridade competente, pois a inscrição não será viabilizada, sem a devida autorização.
7.11 – No caso de participação de coletivos, a inscrição deverá ser realizada através do CPF de um de seus integrantes, sendo que no currículo devem ser citados os demais integrantes do coletivo.
7.12 – Os resultados dos projetos e os ensaios premiados serão incorporados ao Acervo do Instituto Cultural Porto Seguro, podendo ser utilizadas exclusivamente em projetos culturais e na divulgação do Prêmio Brasil Fotografia, sem qualquer pagamento ao autor, seja a que título for.
7.13 – As decisões da Comissão de Premiação são soberanas, sendo facultada a alteração de categoria, a concessão de menções honrosas e a não-concessão de prêmios.
Parágrafo único: A inscrição no Prêmio implica a aceitação do presente regulamento.

 

Regulamento

http://www.premiobrasilfotografia.com.br/regulamento/

Pin It on Pinterest